terça-feira, 19 de abril de 2011

Aula 8 - É preço!!!!


No dia 04 de março de 2011, escrevia o post “Propaganda apelativa? Apelativa é a linguagem!” que discutia a função apelativa da linguagem, sua utilização pelos publicitários e anunciava a proposta de trabalho do bimestre dos meus alunos de primeiro período. Pois bem, após muitas promessas e falatórios típicos de alunos animados e que querem impressionar o professor e os colegas, os trabalhos foram apresentados no último sábado e não foram poucos os motivos que me fizeram sorrir. Além do humor muito bem utilizado pelos grupos e  pitadas de ironia e sarcasmo a gosto, foi muito legal perceber que eles captaram o espírito do trabalho que era criar e promover um produto, utilizando a função apelativa como viés de convencimento do consumidor.
Todos capricharam em seus vídeos e criações e embutiram nas piadas (nada previsíveis) as características básicas de uma boa propaganda de divulgação de um produto. Pegar o consumidor por apelos financeiros, por necessidades de atualização, ou mesmo pela criatividade de um slogan ou jingle, foram estratégias de quase todos os comerciais produzidos. Como toda proposta de ensino por interação, foi bacana perceber como eles se reconheceram como sujeitos daquele instante na relação ensino-aprendizagem, pois ficou claro que eles apenas lapidaram qualidades que já possuem e nunca tinham pensado em desenvolver. Descobrimos grandes publicitários (aguarde Olivetto), ótimo atores e comediantes de primeira. No mais, creio ter deixado com eles a certeza de que podem desenvolver qualquer atividade por eles mesmos, aproveitando seu conhecimento de mundo e sua leitura sócio-cultural dos espaços da escola e da sociedade. Deixo como aperitivo dois trabalhos que se destacaram, um em cada turma, não por uma questão avaliativa que toma para si os conceitos de erro e acerto, mas por me terem a estrutura quase perfeita ( e o quase é um excesso de zelo epistemológico) de um comercial de tv nos moldes tradicionais. Lembrem-se de que são meninos e meninas entre 14 e 16 anos, com câmeras amadoras, sem cenários elaborados, mas com idéias a mil na cabeça.


video


video

Um comentário:

  1. Mto legais... queria ver mais!

    Parabéns aos alunos e ao professor! rsrs

    ResponderExcluir